Posso construir em Light Steel Frame em lugares úmidos?

Sim: quando comparado à alvenaria tradicional o sistema Steel Frame oferece segurança ainda maior contra umidade. Todo o sistema é composto de elementos resistentes ou à prova d’água. Isto que garante que possa ser aplicado em localidades com muitas chuvas ou com maresia.

No entanto se a qualidade, normatização e procedência dos materiais não forem observadas, o sistema estará falho e a sua construção estará em risco. Isto porque, apesar do aço ser um material com excelente relação resistência mecânica/massa, necessita de cuidadosa proteção contra corrosão.

Desta forma é importante que o aço utilizado tenha passado pelo processo de galvanizado por imersão à quente. Este processo bastante simples e econômico proporciona proteção e segurança ao material, que é revestido com uma camada de zinco puro que previne a corrosão. A chapa de aço é revestida por uma camada superficial de zinco, aderida ao aço base por uma segunda camada de liga ferro-zinco.

Existem diversos tipos de galvanizado por imersão à quente, normatizados nacional e internacionalmente. Pela norma brasileira, a indicação da quantidade de zinco depositada no aço é feita com a letra Z seguida de um número que indica a quantidade de gramas de zinco. Esses revestimentos vão desde Z100 até Z600.

E como acontece a proteção? O zinco, por suas características físico-químicas, protege o ferro presente no aço porque oxida prioritariamente. Assim, a proteção persiste enquanto existe zinco. Por isso a durabilidade do alço galvanizado está relacionado com a quantidade de zinco presente no revestimento.

As normas do sistema Light Steel Frame recomendam um revestimento mínimo Z275. Pesquisas desenvolvidas no Canadá e França indicam que perfis Z275 tem durabilidade de 100 anos, mesmo em áreas litorâneas.

Mas como não só de aço que se faz uma obra em Steel Frame devemos ter atenção também às placas de fechamento. Para entender porque o sistema é seguro contra umidade também neste quesito trazemos os principais tipos de placas e suas funções:

Chapa ST (Standard): placas de gesso acartonado para uso geral em paredes, tetos e revestimentos. Deve ser utilizada nos ambientes internos e sua resistência à umidade é pequena, apropriada para a umidade natural do ar. Coloração cinza.

Chapa RU (Resistente à Umidade): placas de gesso acartonado destinadas ao uso nas chamadas “áreas úmidas” da casa, como banheiros, cozinhas e lavanderias. Leva silicone em sua composição, o que resultará numa maior resistência à umidade. Deve ser revestida adequadamente com pisos e azulejos e pede tratamento de juntas específico. Coloração verde.

Chapa Cimentícia: placas feitas com uma combinação de cimento e fios sintéticos, podem ser utilizadas em áreas externas, áreas internas úmidas ou secas. Podem recebem camada extra de impermeabilização para que, além de resistente a água, seja também hidrofugante. Necessário tratamento de juntas adequado para áreas externas.

Chapa Ultrawall: placa destinada à vedação de áreas sujeitas à ação de intempéries. Trata-se de uma placa de gesso produzida com aditivos específicos, malha de fibra de vidro e composto polimérico.  Altamente resistente às ações do sol e umidade mesmo nas condições mais adversas. Quando usada internamente dispensa o uso de azulejos.

Podemos ver, portanto, que a tecnologia construtiva Steel Framing permite, cada dia mais, uma construção com menos resíduos, dispêndio de recursos naturais, tempo de construção sem abrir mão da segurança construtiva e conforto do usuário final.