Ventos fortes são um risco no Light Steel Frame? Ora, quem nunca ouviu falar da história dos três porquinhos? Essa história infantil trás com ela a crença de que a única forma de construir uma casa verdadeiramente segura é fazendo-a com elementos pesados e com um trabalho muito penoso. No entanto o que a historinha não conta é que a vida dos três porquinhos seria bem mais fácil hoje em dia. Isto porque é possível construir com a solidez da alvenaria artesanal e a rapidez e leveza da madeira.

Historicamente, os Estados Unidos, que já vinham de uma forte tradição de construções em wood framing (painéis de madeira) assistiu em 1933 ao lançamento do primeiro protótipo de uma residência em Light Steel Framing na Feira Mundial de Chicago, que utilizava perfis de aço substituindo a estrutura de madeira, proporcionando maior resistência estrutural diante furacões. Mais tarde, após a Segunda Guerra Mundial, o Japão também adotou o Light Steel Frame vista à urgência em reconstruir o país devastado, mas sem perder de vista a segurança contra os fortes ventos que comumente atingem a ilha.

Para compreender o porquê do Light Steel Frame ser mais eficiente contra ventos fortes que a alvenaria artesanal e a madeira, é importante entender que o Light Steel Frame é um “sistema”. E para que este funcione os subsistemas que o compõe devem estar corretamente inter-relacionados.

Daí que o projeto estrutural em Light Steel Frame requer do profissional engenheiro ou arquiteto o conhecimento de toda a tecnologia embarcada. Por isso enfatizamos que o Light Steel Frame não deve ser construído sem um projeto adequado. Por ser muito leve, a estrutura de LSF e os componentes de fechamento exigem bem menos da fundação do que outras construções, mas não menos cuidado.

Para evitar o movimento da edificação devido à pressão do vento, a superestrutura deve ser firmemente ancorada à fundação.  As cargas superiores são distribuídas pelas estruturas das paredes do pavimento inferior e assim subsequentemente até serem descarregadas no embasamento ou nos apoios da estrutura e depois no solo. Assim, a função dos painéis é absorver esses esforços e transmiti-los à fundação.

O método de estabilização da estrutura mais comum em Light Steel Frame é o contraventamento em “X”, que consiste em utilizar fitas em aço galvanizado fixadas na face do painel, de acordo com o determinado pelo projeto estrutural.

Sozinhos, os montantes não são capazes de resistir aos esforços horizontais, como os provocados por ventos. Sem o provimento de ligações rígidas, como no uso de contraventamentos, esses esforços podem ocasionar perda de estabilidade da estrutura, causando deformações. Somente um profissional engenheiro ou arquiteto pode fazer os cálculos corretos para que o sistema tenha esta segurança.